“Encontros de Cura: Reinventando uma medicina indígena na clínica e além” é um projeto de pesquisa antropológica de 5 anos. O projeto é financiado pelo Conselho Europeu de Pesquisa (European Research Council - ERC) e está baseado no CERMES3 em Paris.

O Encontros de Cura se estrutura em torno de três campos (Cura na Cidade, Cura na Floresta e Cura no Laboratório) e de três encontros transversais (Encontros Material-semióticos, Encontros Além do Humano e Encontros Ontológicos).

home2

Atualmente conduzimos pesquisa etnográfica na América do Sul (Peru e Brasil), na Europa (Holanda, Itália e Espanha) e na América do Norte (EUA).

Crédito da imagem do banner: Pintura do coletivo MAHKU (Movimento dos Artistas Huni Kuin do Jordão), utilizado com autorização de Ibã Huni Kuin

 

 

O programa Encontros de Cura expressa seu apoio às históricas mobilizações indígenas de “Luta pela Vida” em todo o Brasil. Essas mobilizações contestam a PL490 e a tese do marco temporal, defendida por lobbies agroindustriais. A tese é uma interpretação problemática da lei, segundo a qual apenas os territórios comprovadamente habitados por povos indígenas em 5 de outubro de 1988, quando foi promulgada a atual Constituição, podem ser assegurados e demarcados como territórios indígenas. A PL490 é um retrocesso sobre as proteções constitucionais dos territórios indígenas, ameaçando demarcações futuras e correntes, tornando esses territórios ainda mais vulneráveis ​​aos interesses da mineração e do agronegócio.

Em um movimento inédito pelos povos indígenas, foi instalado em Brasília o acampamento “Luta pela Vida”. A organização e o número de pessoas envolvidas são históricos, mas não receberam atenção adequada da mídia nacional e global. Mais informações sobre essa campanha extraordinária podem ser acessadas no site da APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil) e em suas redes sociais (@Instagram, @Facebook e @Twitter).


CNRS
ERC
Cermes3

© 2021 Healing Encounters